» » » » » » Nova Iguaçu começa multa e rebocar quem estacionar em vagas de deficientes


NOVA IGUAÇU - A Prefeitura de Nova Iguaçu, através da Subsecretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência em conjunto com a Secretaria de Assistência Social e a Secretaria de Transporte, Trânsito e Mobilidade Urbana, iniciou na última segunda-feira (30/03), a campanha nacional chamada “Multa Moral – essa vaga não é sua nem por um minuto”. A ação é uma advertência educacional, criada na gestão do prefeito Antanas Mokus, em Bogotá, na Colômbia nos anos 90, reproduzida pelo governo brasileiro e agora determinada pelo Prefeito de Nova Iguaçu, Nelson Bornier.

      A ação coordenada pelo subsecretário municipal Valnei Costa, tem como objetivo incentivar uma mudança de comportamento entre os motoristas, visando a conscientização da vaga especial para deficientes ou idosos. Ao chegar ao Paço Municipal, Márcio Nunes, 39 anos, se deparou com um carro estacionado na vaga para deficientes. “Eu sempre passo por isso, é um transtorno. É uma falta de respeito com a gente. O direito é para todos, e as pessoas precisam fazer valer esses direitos”, desabafa. 
     A proposta da campanha é direcionada para quem está infringindo a lei, e para um deficiente que não esteja com credencial. “Quem não tiver a credencial, deverá procurar a Subsecretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência ou a Secretaria de Transporte para se regularizar conforme as normas de acessibilidade”, informa Valnei.

      A próxima fase da operação será relatar à Federação das Empresas de Transportes de Passageiros do Estado do Rio de Janeiro (Fetranspor) sobre os ônibus quebrados e motoristas que não respeitarem o embarque da pessoa com deficiência, para que seja tomada devidas providências, pois haverá fiscalização em breve e os ônibus que não estiverem aptos para deficientes terão a circulação proibida.



     A campanha será permanente e realizada em todo o município, através da prática de fiscalizações, com multas e reboques. A Multa Moral é uma ferramenta educativa e não invalida ou substitui a multa de trânsito aplicada pelos guardas municipais. “É uma questão de conscientização. As pessoas precisam saber de seus direitos e deveres. Nova Iguaçu é a primeira cidade da Baixada Fluminense a realizar esse tipo de campanha. E esperamos que também seja seguido por outras cidades para juntos formarmos essa conscientização”, declara a secretária de Assistência Social, Cristina Quaresma.

Via PMNI

About Baixada na Rede

Hi there! I am Hung Duy and I am a true enthusiast in the areas of SEO and web design. In my personal life I spend time on photography, mountain climbing, snorkeling and dirt bike riding.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply

ATENÇÃO: Este comentário será moderado, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Baixada Na Rede. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser excluídos em 3 dias pelos nossos moderadores.