» » » » » » A volta do Demolidor da Baixada

Após dois anos parado, atleta conquista mundial de kickboxing

BAIXADA - Há dois anos, o lutador Jorge Daniel Caetano da Costa, 28, morador de Éden, em São João de Meriti, teve catarata traumática e perdeu 30% da visão. O que poderia ser fim da carreira se tornou apenas um recomeço. Após passar por uma cirurgia na vista, há seis meses, o Demolidor, como é conhecido, voltou aos ringues com tudo. No último fim de semana, o atleta conquistou o terceiro Campeonato Mundial de Kickboxing — ele também tem um de Muay Thai —, na categoria até 75 quilos, em Buenos Aires. De volta ao Brasil, ele já planeja migrar em breve para competições do MMA (Artes Marciais Mistas).


Jorge Daniel (sem camisa) dá aulas gratuitas para 30 jovens na Academia Social Clube, e fundou a equipe JD Fight
 Foto: Estefan Radovicz / Agência O Dia


Especialista em lutas em pé, o atleta intensificou, a partir desta semana, os treinamentos de jiu-jitsu, cujos golpes são no chão. Ele treina quatro vezes por semana e ainda dá aulas em uma academia de São João de Meriti. A estrutura tem sala de musculação, piscina olímpica, centro de treinamento com octógono, tatame, Bob (boneco), entre outros materiais funcionais. “Temos tudo aqui. Quero me aperfeiçoar em todas as lutas e modalidades para me tornar um lutador completo e migrar em breve para o MMA e quem sabe competir pelo UFC”, almeja o lutador.

Antes da migração para a nova modalidade, porém, Jorge Daniel terá um novo desafio pela frente: vai competir, pelo WGP de kickboxing, maior evento de luta em pé da América Latina, no dia 25 de julho, em São Paulo.

Até lá, ele espera manter o peso para não passar o sufoco da última competição, quando teve que perder oito quilos em menos de 15 dias para estar apto a lutar. “Fiz dieta, intensifiquei os treinos e, na reta final, desidratei, usando casaco e bebendo 500 ml de água por dia”, contou. 
A última vitória, dia 9, foi por nocaute no terceiro round, após um chute frontal no adversário chileno Adrian Versa. “Foi o resultado de muito treino e oração”, revelou.
Lutadores profissionais

Também há dois anos, o Demolidor fundou a equipe de luta JD Fight, filiada a Associação Carioca de KickBoxing (ACKB). Hoje, a organização soma 300 participantes, divididos em sete unidades, cinco delas em Meriti: Centro, Vila Tiradentes, Éden, Augustinho Porto e Coelho da Rocha. As outras ficam em Pavuna e Grande Rio. Segundo o lutador, 15 desses integrantes são lutadores profissionais e os outros fazem para mantera forma.

Jorge Daniel também criou o pojeto social Piab, quedá aulas de luta e natação de graça para crianças e adolescentes carentes de Meriti. As atividades acontecem na Academia Social Clube, no centro. Atualmente, a iniciativa tem 30 alunos, mas a ideia é chegar a 100 até o fim do ano. “Tem muita criança querendo vir, mas estão faltando parceiros. Não temos condições de arcar com os custos”, diz.

O título conquistado soma a já farta galeria de troféus, medalhas e cinturões do lutador. Além dos quatro campeonatos mundiais, ele já faturou cinco campeonatos brasileiros, quatro copas do Brasil e sete campeonatos estaduais, além de competições amadoras.
 
Via: O DIA

About Baixada na Rede

Hi there! I am Hung Duy and I am a true enthusiast in the areas of SEO and web design. In my personal life I spend time on photography, mountain climbing, snorkeling and dirt bike riding.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply

ATENÇÃO: Este comentário será moderado, lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do Baixada Na Rede. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser excluídos em 3 dias pelos nossos moderadores.